PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO TRIBUTÁRIO 

Planejamento Estratégico Tributário
Como são desenvolvidos os principais  projetos de consultoria tributária 

VEJA O CONTEÚDO DO CURSO

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO TRIBUTÁRIO EM CASOS PRÁTICOS é um curso em vídeo de Planejamento Tributário ideal para quem quer trabalhar com estratégia tributária focando a estrutura das operações empresariais e não em Teses ou interpretações da Lei. No curso são sbordadas as técnicas  do raciocínio prático das estruturas estratégicas tributárias em detalhes e passo a passo, trazendo o que se considera os grandes segredos da consultoria estratégica tributária, o grande diferencial do curso é a fácil compreensão do conteúdo e o conteúdo programático único. O curso faz você trabalhar com a prática de casos reais e cenários de maneira simples e direta que mostram que é possível aprender o Planejamento Estratégico Tributário seguindo um método de raciocínio lógico e praticando.

Durante o curso você terá acesso ao Portal do Aluno com conteúdo 100% prático que você assiste onde e quando quiser.

As aulas são as seguintes:
  • AULA 01 - Conceitos que são a base para todo o aprendizado e desenvolvem o entendimento da consultoria estratégica tributária.
  • AULA 2 - Pontos indispensáveis para o tributarista que fazem com que ele se diferencie em seu trabalho dos demais profissionais do setor.
  • AULA 03 - O que é operar com a escala temporal da estratégia tributária que faz a empresa ganhar muito dinheiro com a operação com tributos entre a compra e venda. Um grande segredo das empresas de varejo.
  • AULA 04 - Comparação entre opções tributárias permitidas pela lei na prática. A forma correta de entender e saber levar ao empresário a grande diferença financeira que pode salvar uma empresa ou diferenciá-la totalmente das concorrentes.
  • AULA 05 - Planejamento tributário na aquisição de ativos imobilizados. A estratégia que diferencia as operações dos contribuintes e possibilita investimentos em aquisições em ativos com um diferencial estratégico gigante dos concorrentes.
  • AULA 06 - Planejamento tributário na remuneração dos sócios e cotistas. A estratégia correta que demonstra que a distribuição de lucros não é sempre a opção mais econômica e faz com que empresas utilizem estrategicamente outras formas de remunerar sócios e cotistas fazendo a empresa economizar muito com tributos.
  • AULA 07 - Estratégia para o setor de saúde demonstrando a comparação do resultado financeiro entre a atuação do profissional como autônomo e todas as possibilidades permitidas no SIMPLES NACIONAL e Lucro Presumido.
  • AULA 08 - Estratégia nos casos de retenção tributária na fonte. A primeira parte de um assunto que demonstra como prestadores de serviços operam com estruturas contratuais alcançando uma gigantesca economia financeira com tributos, possibilitando a empresa a ser muito mais rentáveis que seus concorrentes – parte 1.
  • AULA 09 - Estratégia nos casos de retenção tributária na fonte. A segunda parte de um assunto que demonstra como prestadores de serviços operam com estruturas contratuais alcançando uma gigantesca economia financeira com tributos, possibilitando a empresa a ser muito mais rentável que seus concorrentes – parte 2.
  • AULA 10 - Estratégia nos casos de retenção tributária na fonte. A terceira parte de um assunto que demonstra como prestadores de serviços operam com estruturas contratuais alcançando uma gigantesca economia financeira com tributos, possibilitando a empresa a ser muito mais rentável que seus concorrentes – parte 3.
  • AULA 11 - O real impacto financeiro causado pelas retenções tributárias na fonte que demonstra que a operação com a retenção na fonte pode ser utilizada estrategicamente para evitar sanções e penalidades, além de não causar desembolso maior que a sua inexistência.
  • AULA 12 - Quando não vale a pena optar pelo simples nacional. O cálculo estratégico correto que devemos fazer na comparação entre o simples nacional e o lucro presumido demonstrando que estrategicamente em uma grande quantidade de situações o simples nacional é pior que o lucro presumido – parte 1.
  • AULA 13 - Quando não vale a pena optar pelo simples nacional. O cálculo estratégico correto que devemos fazer na comparação entre o simples nacional e o lucro presumido demonstrando que estrategicamente em uma grande quantidade de situações o simples nacional é pior que o lucro presumido – parte 2.
  • AULA 14 - A estratégia, quase secreta, das empresas comerciais referente ao desembolso financeiro com ICMS interestadual e que faz com que essas empresas operem com o ICMS possibilitando uma economia bombasticamente maior que seus concorrentes.
  • AULA 15 - O cálculo correto da comparação da não cumulatividade entre ICMS e PIS/COFINS que apresenta a economia financeira enorme na operação entre a cumulatividade e não cumulatividade em grupos societários.
  • AULA 16 - A forma correta de montar uma matriz de cálculo em planilha eletrônica, para a tomada de decisão estratégica entre a opção do lucro real e lucro presumido. A modelagem que demonstra que diversos profissionais do setor tributário fazem a comparação de forma equivocada.
  • AULA 17 - A montagem de forma rápida e prática do cálculo comparativo no lucro presumido para identificar a receita bruta necessária para que a operação da empresa seja realmente viável tomando como base seu resultado operacional.
  • AULA 18 - A montagem na prática da matriz de cálculo que demonstra a comparação do real impacto financeiro entre as opções do lucro real e lucro presumido e possibilita a apresentação da decisão entre essas opções em estruturas de trabalhos de consultoria.
  • AULA 19 - A montagem na prática dos cálculos, em planilha eletrônica, da matriz que demonstra o real impacto financeiro comparativo entre as opções tributárias possíveis para um grupo societário, apresentando a gigantesca diferença de cada uma que leva a empresa a posição de falência ou a liderança do mercado.
  • AULA 20 - A montagem na prática dos cálculos, em planilha eletrônica, da matriz que demonstra o real impacto financeiro comparativo entre as opções entre lucro presumido e lucro real de forma a possibilitar a tomada de decisão que demonstra a razão de empresas com características semelhantes estarem em situações financeiras muito distintas.
  • AULA 21 - A montagem na prática da matriz de cálculo correto para tomada de decisão entre as opções do regime cumulativo e não cumulativo de PIS e COFINS que possibilita a tomada de decisão entre esses regimes de apuração e demonstra a grande economia financeira que uma empresa pode obter.
  • AULA 22 - A montagem na prática da matriz de decisão entre a incidência efetiva do lucro real e lucro presumido que possibilita a decisão entre essas opções tributárias e demonstra a grande economia que uma empresa pode obter.
  • AULA 23 - A montagem correta na prática da matriz comparativa entre os quatro principais tributos federais (IRPJ, CSLL, PIS e COFINS) que possibilita a viabilização da decisão das opções tributárias para o empresário, garantindo uma economia financeira enorme.
  • AULA 24 - O entendimento dos regimes cumulativo e não cumulativo na estruturação de matrizes de planejamento societário que visam economia financeira com tributos.
  • ESTUDO DE CASO 01 – A apresentação em detalhes do planejamento tributário chamado de "incorporação às avessas" que passou a ser considerado pela receita federal como evasão intencional, demonstrando detalhadamente da grande economia financeira propiciada por essa estrutura de operação.
  • ESTUDO DE CASO 02 – O grande segredo escondido pelas indústrias, também pelas empresas comerciais referente a operação de vendas com "mix" de produtos na estratégia com o ICMS que ocasiona uma brutal economia financeira e faz com que essas empresas operem de forma economicamente vantajosa em relação a concorrência.
  • ESTUDO DE CASO 03 – A apresentação passo a passo e em detalhes da estratégia de conversão da operação empresarial com incidência do ICMS em uma operação legítima com operação parcial com incidência do ISS e que resulta numa enorme economia financeira com tributos levando a empresa a ter uma grande vantagem competitiva.
  • ESTUDO DE CASO 04 – Montagem, passo a passo, de como se opera no caso de consultoria tributária na estratégia para PIS e COFINS, apresentada em um caso real que demonstra a estrutura de operação e o excelente resultado financeiro.
  • ESTUDO DE CASO 05 – Montagem, passo a passo, de como se opera no caso de consultoria tributária na estratégia para IRPJ e CSLL, com apresentação em um caso real que demonstra a estrutura de operação e o excelente resultado financeiro.
  • ESTUDO DE CASO 06– Projeto de consultoria tributária estratégica para a venda de ativos de elevado valor com a apresentação da estrutura da consultoria em empresas com a possibilidade de descontinuação, ou não, demonstrando a gigante economia alcançada.
  • ESTUDO DE CASO 07 - Montagem estratégica que utiliza a estrutura empresarial entre empresas do mesmo grupo visando o planejamento tributário na modelagem do planejamento societário e que resulta em uma grande economia financeira, demonstrando o que diversos grupos empresariais fazem.
  • TUDO DE CASO 08 - Projeto de consultoria tributária estratégica visando uma estrutura de melhor performance financeira com tributos para contribuintes que possuem direito de imagem.
  • TUDO DE CASO 09 - Demonstração da utilização do conhecimento tributário para desfechos consultivos excelentes sem inicialmente percebermos que podemos utilizar uma linha de atuação tributária indireta.

Veja quem é o Consultor e Professor 
Jo Miguel Rodrigues

Curso Online Tratamento de Imagens
  • RESUMIDAMENTE, APRESENTAMOS ALGUMAS QUALIFICAÇÕES DO NOSSO PROFESSOR:
  • Quantos consultores e professores de matéria tributária e contábil você conhece que ministraram cursos para turmas de FISCAIS DA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL? Pois é, nosso professor, José Miguel Rodrigues, é um deles  através do IAG/PUC.
  • Da mesma forma, o Consultor e Professor José Miguel Rodrigues ministrou cursos de matéria tributária para os FISCAIS DO TRIBUTNAL DE CONTAS DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO pela Central de Treinamentos.
  • Além disso, quantos professores já foram convidados por um Conselho Regional de Contabilidade para ministrar curso sobre IFRS oferecido a todos os Professores de contabilidade das faculdades privadas e públicas de um estado? O nosso professor foi.
  • Também merece destaque a aula que deu para os Professores de Pós-graduação e Mestrado do IAG/PUC, entre diversos outros.
  • Na docência, José Miguel Rodrigues é Professor de Mestrado e Pós-Graduação na FGV/Rio, IAG/PUC, IBMEC, Escola de Negócios Trevisan e Mackenzie/Rio, além de ser Coordenador e criador da Pós Graduação: “Departamento Fiscal e Administração Tributária Estratégica” na Faculdade Mackenzie/Rio.
  • Ele é Consultor tributário em estratégia com atuação em diversas empresas de renome e relevância, possuindo trabalhos em empresas e grupos empresariais de diversos setores e portes;
  • Também é especialista em estratégia e assessoria tributária e patrimonial de pessoas físicas de capacidade financeira diferenciada, proteção patrimonial e sucessão familiar.
  • É Assistente técnico da (CPI) Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a investigar os desdobramentos da recuperação judicial e da falência da VARIG, responsável por formular analises e questionamentos especializados, para suporte das sessões da CPI.
  • É Diretor do GDT – Grupo de Debates Tributários. 
  • É Membro da Comissão de Estudos dos Projetos da Reforma Tributária da FECOMERCIO/RJ.
  • É Diretor da Academia Fiscal.
  • Como Palestrante ou professor tem atuação em diversas instituições dentre elas CRC/RJ; OAB/ESA/RJ; IBEF/RJ; CREMERJ; TCM/RJ; UFRJ; UERJ; SESCON; SINDICONT; FECOMERCIO; SEBRAE; CRO; Turma da SRF no IAG/PUC e diversas outras.

Confira alguns depoimentos de profissionais que fizeram o curso

Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Título do Vídeo
Didática excelente, conhecimento pleno do tema abordado com casos práticos. Os links detalhando a base legal das legislações abordadas é de grande auxílio para um melhor entendimento dos temas propostos.

Bruno Miranda - Empresário Contábil

Se não é o melhor professor de Planejamento Tributário que já tive , é com certeza, um dos melhores. Excelente curso, muito acima das expectativas. Recomendo.

Paula Oliveira - Auxiliar de departamento fiscal

O curso atendeu plenamente as minhas expectativas. O professor é muito didático e possui amplo conhecimento profissional ilustrando a matéria com situações reais. Além disso, o material de apoio é muito útil e atual. 

Daniel Gudino - Tributarista

7 Dias de Garantia Incondicional

Desenvolva consultorias lucrativas e leve sua carreira a um novo patamar.

De R$ 2.400,00 por R$ 1.600,00 ou em até 12 vezes de R$ 160,00. 
(só para esta turma)
Feito com